Educação Profissionalizante no Brasil

Trabalho em uma escola do Estado de Minas Gerais e tenho pleno conhecimento, como todos da educação, que  nos dias de hoje a alfabetização não visa somente à capacitação do aluno para o mercado de trabalho é também necessário que a escola desenvolva no aluno suas capacidades, em função de novos saberes que se produzem e que demande um novo tipo de profissional, que o educando obtenha uma formação indispensável para sua vida.

Somos responsáveis em proporcionar oportunidades para que o nosso aluno aprenda. No entanto ele precisa se sentir protagonista da sua própria história: …

Feedback

Portanto, o processo de educação no indivíduo tem três dimensões sendo estes: a individual, a profissional e a social. A primeira considera a pessoa como um ser incompleto, que tem a capacidade de buscar seu potencial pleno e se desenvolver, aprendendo sobre si mesmo e sobre o mundo.

Na dimensão profissional, está incluída a necessidade de todas as pessoas se atualizarem em sua profissão, procurar constantemente por inovações, sendo  proativos e comprometidos com o seu trabalho.

No social (sendo este, a capacidade de viver em grupo), um cidadão, para ser ativo e participativo, necessita ter acesso a informações e saber avaliar criticamente o que acontece.

A educação possibilita ao individuo jovem e adulto retomar seu potencial, desenvolver suas habilidades, confirmar competências adquiridas na educação extra-escolar e na própria vida, com vistas a um nível técnico e profissional mais qualificado.

Acredito que para se ter uma educação de qualidade é necessário que toda a comunidade se envolva e participe desse processo, dando opiniões, se informando, conversando sobre os assuntos ligados á educação, o professor deve ser o modelo para nosso aluno, Paulo Freire já dizia isso “A criança aprende também pelo modelo”, se não somos cidadãos críticos e participativos como vamos ensinar o que não temos e não somos?

É preciso aprender com nossos erros, assumir nossas responsabilidades e incorporarmos na nossa prática educativa diária os saberes fundamentais da educação para o século XXI, APRENDER A CONHECER, APRENDER A FAZER, APRENDER A CONVIVER E APRENDER A SER, só assim estaremos fazendo nossa parte de educador agente transformador da sociedade. O momento é agora. Vamos refletir sobre nossas ações. A omissão é a negação a responsabilidade de cidadãos e educadores.